sexta-feira, 28 de abril de 2017

Galo e o DM da depre


A coisas inevitáveis em um clube, uma delas é um DM com alguma peça importante do elenco, ao longo dos tempos, vários clubes vêm investindo pesado nessa área para colher frutos a longo prazo. Mas com ritmo de jogos frenéticos e várias competições a serem disputadas, fica até difícil ter um DM vazio, o que se consiste em aprimorar a técnica de recuperação dos jogadores e dar condição física para que o problema (de fratura a problemas musculares) não afete o rendimento do jogador.

Apesar de ter um dos melhores CT e DM do país, o Atlético vem enfrentando algumas frustações em campo por perda de alguns jogadores. Luan é o caso mais recente, que vem de uma série de contusões que está deixando ele afastado dos gramados por um longo tempo, atuando pouco. Outros jogadores, como Victor que voltou no último domingo (23/04)  contra a URT, vem de um desfalque desde o começo do ano com um problema no ombro, decorrido de uma partida beneficente ao qual ele estava participando, e ficou mais de quatro meses parado devido a lesão. Maicosuel teve um estiramento na coxa e estava fora desde o jogo contra o Tupi (no dia 13/03) e só voltou na semifinal contra a URT (23/04), voltando a ter a forma física para compor o time, não 100% mas ajudando e dando raça dentro de campo. Outros jogadores que recentemente tiveram no DM foram Robinho, com uma contusão na coluna, Léo Silva, Ambos já recuperados a bastante tempo.


Os jogos estão sendo mais fortes, e consequentemente os jogadores estão tendo mais esforços físicos e com menos tempo para repor fisicamente é inevitável a contusão.

O trabalho de revigorarão muscular pode ser uma das várias saídas para evitar vários jogadores no DM. Mas vemos que já tem um bom planejamento implantado no Galo, a alguns anos o DM ficava cheio com peças fundamentais do elenco, fazendo com que o time não conseguisse o rendimento total da equipe.

Um planejamento a longo prazo pode ser muito eficiente em uma temporada cheia de jogos difíceis. Mas sabemos que isso acontece mesmo com um bom planejamento. Mas evitar algo maior e constatar uma fadiga em um jogador é fundamenta ao clube, para que não seja comprometido na temporada.


Por Julio Filizzola

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Categorias de Base: Temporada 2017


Saiba quais as competições nossas categorias de base estão disputando em 2017.


Categoria Sub-20 (Juniores)

Internacionais
- Torneio de Terborg / Holanda (a partir 26/05/17)
- Spax Cup / Alemanha (a partir 03/06/2017)
- Copa Ipiranga RS / Brasil (datas a definir)

Nacionais
- Campeonato Brasileiro (datas a definir)
- Copa do Brasil (em andamento... quartas de final)
- Copa São Paulo (eliminado na 2ª fase)

Estaduais
- Campeonato Mineiro (datas a definir)

Categoria Sub-17 (Juvenil)

Internacionais
-

Nacionais
- Copa do Brasil (datas a definir)
- Taça BH (datas a definir)
- Copa Next Academy (eliminado na fase de grupos)

Estaduais
- Campeonato Mineiro (a partir de 29/04/17)


Categoria Sub-16

Estaduais
- Copa União ( ??? )


Categoria Sub-15 (Infantil)

Internacionais
Copa Nike ( ??? )
Nacionais
- Copa Brasil Votorantim (eliminado na fase de grupos)
- Copa da Amizade ( ??? )
- BH Cup ( ??? )

Estaduais
- Campeonato Mineiro (a partir de 29/04/2017)


Categoria Sub-14 (Pré-Infantil)

Nacionais


Estaduais
- Copa Dadazinho ( ??? )
- Copa Timóteo ( ??? )



Fontes:

- Galo Digital
- Sports 21
- Futebase MG
- Da Base
- Wikipedia



Sigam-me no Twitter

@luiquelara



PRÉ-JOGO: GALO X Libertard – SANGUE NOS OLHOS

Foto: Site globoesporte.com

Jogo de Libertadores é “bão” demais. Em dias como hoje é difícil até para dormir, trabalhar então. A maior competição do continente mexe profundamente com a estabilidade emocional de todo torcedor e porque não dos jogadores? Por isso, a pressão que a torcida exerce sobre o adversário é tão importante. No texto da semana passada (clique aqui para ler) escrevi sobre saber jogar com o time a Libertadores. Jogar no Horto aumenta significativamente essa pressão e nossos números lá são excepcionais.


PARTIDA DE IDA

No jogo da semana passada o Galo saiu derrota pelo placar mínimo. Em um campo que não oferecia a mínima condição de jogo, nosso time cedeu espaço e sofreu o gol em falha individual. Depois disso os paraguaios cozinharam o jogo e levaram os 3 pontos.

CLASSIFICAÇÃO

Com a derrota ficamos em 2° lugar e 3 pontos atrás dos Argentinos do Godoy Cruz. Vitória em casa é o único resultado que nos interessa.

NOSSO TIME

Foto: Redes Sociais Oficiais - Clube Atlético Mineiro
A melhor notícia em relação ao último confronto é o retorno de São Victor. No dia do Goleiro, o reverencio e desejo a ele toda sorte do mundo no jogo de mais tarde. Maicossuel deve ser titular, diferentemente da partida no Paraguai. Provável Galo: Victor, M. Rocha, Léo Silva, Gabriel, F. Santos, Carioca, Elias, Otero, Maicossuel, Robinho e Fred. Roger aposta em diminuição de espaço e intensidade para vencer o jogo e quem sabe reassumir a liderança.

A TORCIDA

Expectativa para hoje é de casa cheia e temos papel fundamental no desenvolvimento do time e das atuações em casa. Vamos junto com o time Massa! Vamos fazer o Galo vencer. O nosso sucesso começa nas arquibancadas.
Estarei lá no Portão 2, “cola lá” e vamos apoiar o Galo juntos!




Siga-nos no twitter: @carol13galo e @BlogAtleticano